sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Salmo 63

Ó Deus, Tu és o meu Deud forte; eu te busco ansiosamente;
a minha alma tem sede de ti; meu corpo te almeja,
como terra árida, exauta, sem água.

Porque a tua graça é melhor do que a vida;
os meu lábios te louvam.

Assim, cumpre-me bendizer-te enquanto eu viver;
em teu nome, levanto as mãos.

Como de banha e de gordura farta-se a minha alma;
e, com júbilo nos lábios,
a minha boca te louva, no meu leito, qando de ti me recordo
e em ti medito, durante a vigília da noite.

Porque tu me tens sido auxílio;
à sombra das tuas asas, eu canto jubiloso.

A minha alma apega-se a ti; a tu destra me ampara.

Nenhum comentário: